Biografia

MINHA HISTÓRIA - ERIC SILVER

O INÍCIO

Eu cresci em Greensboro, Carolina do Norte. Minha mãe era cantora de ópera, seu irmão violinista clássico e compositor, e meu pai tocava piano, cantava e amava jazz e musicais da Broadway. Comecei a tocar piano aos 7 anos e quando tinha 11 descobri o banjo de cinco cordas.

Fui o primeiro músico da família a tocar bluegrass e isso virou minha paixão. Trabalhei em uma loja de música, então tive acesso a vários instrumentos e tocava todos em que pudesse encostar. Aos 13 comecei a tocar banjo e mandolim com vários bandas locais de bluegrass pela Carolina do Norte.

Aos 17 fui contratado como multiinstrumentista pelo parque “Opryland” em Nashville para tocar durante o verão. No ano seguinte meu pai faleceu, mas com a bênção da minha mãe, me mudei pro Tennessee de vez um dia após terminar o colegial. Depois de Opryland eu caí na estrada com alguns artistas como Jeannie C. Riley, Crystal Gayle, Dottie West, Lynn Anderson para citar alguns. Mais tarde me tornei guitarrista de um dos meus heróis, mandolinista de jazz, David Grisman. Comecei a trabalhar em estúdios ainda fazendo alguns shows. Até que fiz turnês com as Dixie Chicks, Shania Twain, Keith Urban, Cindy, Lauper e Donna Summer.

Nos anos 90 meu foco virou para composição, produção e a busca pela minha própria carreira como artista. Tive a sorte de produzir muitos artistas de sucesso de Nashville como Neal McCoy, Michelle Wright, Ricochet e ao mesmo tempo continuei a tocar em uma variedade de álbuns com artistas como Shania Twain, Dolly Parton, Brandy, Blackhawk, Martina McBride e, meu amigo e mago do baixo, Victor Wooten. Minhas canções foram gravadas por Donna Summer, Reba McIntire, Toby Keith e Diamond Rio e outros mais. "Without You" a qual escrevi com Natalie Maines ficou em primeiro lugar do Billboard, por Fly, disco de diamante (dez milhões de cópias vendidas) conquistado pelas Dixie Chicks. Ao todo minhas canções aparecem em álbuns com vendas acima de quinze milhões de cópias.

BRASIL

No fim dos anos 80 gravei um álbum em Nashville com um jovem artista brasileiro chamado Almir Sater. Depois ele me convidou pra fazer alguns shows no Brasil e eu aceitei. Foi o começo de uma nova vida. Na verdade me sentia tão em casa que comecei a voltar sempre que tinha uma chance. Conheci o produtor Rick Bonadio e por meio dele comecei a trabalhar como compositor e músico com muitos artistas pop e rock já famosos no Brasil. Até agora mais de cento e vinte músicas minhas foram gravadas por artistas brasileiros desde NX Zero e Biquini Cavadão a Almir Sater e Victor e Leo.

Em 2011 lancei meu primeiro álbum solo (pop) chamado "When You're Here". Dois singles foram lançados e bem recebidos, mas a cena pop/rock brasileira estava diminuindo. Voltei à estaca zero e decidi fazer um projeto de música sertaneja traduzida para o inglês. Convidei muitos dos artistas originais para duetos e trouxe meus amigos de Nashville como retaguarda. No final de 2015 "Bridges, Friends and Brothers" foi lançado pela Universal Records com participações de Almir Sater, Renato Teixeira, Sérgio Reis, Paula Fernandes e Sérgio Britto junto com o pessoal de Nashville Vince Gill, Kix Brooks, Jay Demarcus e Victor Wooten.

Pouquíssimo tempo depois fui convidado a produzir o projeto de Almir Sater e Renato Teixeira "AR". Depois de 25 anos de amizade nosso projeto ganhou o Grammy Latino pelo melhor álbum de “música raizes brasileiras”. Logo em seguida tive a sorte de emplacar 3 canções em novelas da TV Globo. Minha música "Little Bit Of Love" foi a música-tema da novela que era transmitida internacionalmente "Sol Nascente".

Minha vida agora está dividida entre Nashville e Brasil. Ser músico, cantor e compositor não é sempre simples e tem muitos altos e baixos, mas a música é uma das alegrias que faz o mundo girar e me leva junto e me deu uma vida inteira de experiências e amizades maravilhosas. Sou um cara de sorte.